De Bangkok, com muitas coisas boas

S̄wạs̄dī,

Bem, desculpa se em algum momento eu me enganar nos dias, mas aqui são mais 6 horas do que aí e depois de andar 24 horas em aviões e aeroportos, sou capaz de estar com alguma dislexia temporal.

Estou em Bangkok, já é quinta-feira e são quase 2h da manhã. Chegamos aqui por volta das 13h. Tínhamos um transfer à nossa espera no aeroporto, um motorista e um guia que nos foi buscar às “chegadas”. Tinha um papel com o meu nome e até parecia que estava com imensas saudades minhas porque a cara dele era a cara e quem já estava há muito tempo a ficar impaciente. De qualquer das formas logo logo ficou muito simpático e aí já tive coragem de lhe perguntar o nome. É o Ti. Parece-me bem e pelo menos é fácil de pronunciar.

Do aeroporto ao hotel fizemos uma autoestrada que se tem limites de velocidade eu não me apercebi. Sejam bem-vindas à Tailândia!

Viemos pousar as malas, fazer check-in e ficamos por nossa conta o resto do dia.

Saímos logo do hotel, estávamos com fome e fomos à procura de comida de rua. Acabamos por comprar um pacote de bolachas de chocolate no 7 Eleven.

Voltando atrás: saímos do hotel começamos a andar sem destino. Logo logo apareceu o nosso guia um para bom pedaço da tarde.

– 20 bahts por uma hora de tuk-tuk!

– Não estamos interessadas, obrigada! Espere lá…. quanto disse?

20 bahts são aproximadamente 50 cêntimos. Entramos e ele perguntou se já tínhamos ido visitar uma série de coisas que os nomes nenhuma de nós conseguiu perceber.

– Ainda não conhecemos nada, acabamos de chegar. Leve-nos para onde achar melhor!

Agora tenho a certeza que ele pensou: “muito fáceis.”

Começou por nos levar a um templo onde fomos imediatamente abordadas por um (alegado) monge budista que nos pôs a queimar incenso e a agradecer a Buda. Pelo menos estávamos descalças, o que deu alguma credibilidade ao episódio.

Depois de mais uns 10 minutos a conduzir pelo trânsito caótico de Bangkok, paramos numa rua e ele foi mostrar-nos uma loja de joias.

– Confirma-se, caímos como patinhas.

– Queremos que nos leve para o sitio onde nos apanhou.

– Deixem-me só…

– Agora!

– Ok, ok. Mas se formos só a mais uma loja eles dão-me a gasolina de graça. Só mais uma e depois acabou. Vocês não precisam de comprar nada!

Levou-nos a uma loja de tecidos que faz roupas por encomenda. Estivemos lá 30 segundos, o dono apercebeu-se rápido de que não íamos fazer roupa nenhuma. Conclusão: perdemos quase duas horas com este “tukxista” e ele, com quase toda a certeza e pena minha, não ganhou a gasolina.

(…)

Entre uns 35 graus que pareciam 40, entre chuvas que não assentavam a poeira nem atenuavam os odores intensos da cidade, lá nos sentámos a ver a gente passar. Segurança na estrada é mentira. É o salve-se-quem-puder-no-meio-de-dezenas-de-táxis-cor-de-rosa-e-de-centenas-de-tuk-tuks-e-de-milhares-de-motorizadas.

De resto, gente muito simpática, idolatria ao rei e à rainha em cada esquina, baratas e lagartos na rua, cheiros tão intensos que quase me fizeram vomitar, boas conversas com a minha irmã, jantar picante, muito muito movimento a qualquer hora do dia e umas fotografias para acompanhares à leitura deste texto e para tentares perceber um bocadinho do que se passa por aqui.

Em resumo

O que fez mais impressão: ver patos inteiros assados à venda. Inteiros = com os bicos. Bico de pato – não me refiro aos pãezinhos – deve ser uma iguaria por aqui;

O que fez (e faz) mais confusão: os cheiros;

O mais engraçado: tentarem vender-me uma mala com a marca “Dove”. Era uma malinha que, com certeza, foi uma oferta do género “compre 3 sabonetes e receba grátis esta carteira”;

O que mais gostei: o movimento, o frenesim, esta gente toda. Muita confusão.

Um beijo que já me estou a perder nas horas,

Diana

Galeria de imagens aqui.

*Carta, quase na integra, escrita a 18 de Setembro de 2013.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s