Vais para Este, Diana

e falamos e matamos um bocado as saudades em diferentes momentos do dia. enquanto eu tomo o pequeno­‐almoço, tu almoças. e depois o dia segue e sei sempre que seis horas de diferença no relógio são seis horas nas quais eu não te encontro. andamos trocadas. eu para Oeste, a ti imagino­‐te para Norte ou para Este. para Este, definitivamente. porque se eu continuo sempre para Oeste e tu sempre para Este, vamos encontrar‐nos. uma Rosa dos Ventos para nos guiar. e aí, quando nos voltarmos a encontrar, todos os relógios vão estar em sintonia. todos os relógios do mundo vão estar a percorrer os segundos da felicidade.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s